Revisando limites nas relações com a astrologia

Atualizado: Mai 25


Saturno é o “senhor do tempo” na astrologia. Aquele que nos lembra que é possível alcançar o cume da montanha, porém com resiliência, paciência. Nos lembra que tudo o que vale a pena demanda tempo para se conquistar, construir.

Nos lembra sobre limites. Ontem (23/05) Saturno começou a retrogradar (fica até 10/10), nos lembrando que revisar nossos limites é necessário.



Você tem trabalhado seus relacionamentos de maneira sólida, assumindo protagonismo (o que você quer, suas necessidades, . seus limites, o que pode dar) ou se colocado como vítima das circunstâncias, agindo como criança ( Saturno distorcido ) ao invés de adulta ?

No eixo lua (câncer) x Saturno (capricórnio) temos a oportunidade de exercitarmos a nutrição dos sentimentos ( nos permitirmos sentir, conectarmos com o feminino de maneira saudável), para construirmos relações sólidas, que resistem aos testes do tempo, através das quais possamos contribuir com a sociedade ( Saturno é um planeta transpessoal: nos "cobra" responsabilidade coletiva)..

Dentro do aprendizado proposto por este eixo, temos a implementação de limites.

Sim, limites (na medida) são fundamentais para relações saudáveis! Quantas vezes temos a tristeza de observar exemplos claros do quanto a falta de limites é um deserviço às relações? Mães que tratam filhos como crianças por uma vida inteira, corroborando para atitudes mesquinhas dos mesmos, de co-dependência, de desrespeito? Quantos casos de relacionamentos abusivos em ambientes corporativos, no âmbito afetivo, familiar, enfim, presenciamos ou ficamos sabendo? A falta de limites ou o excesso deles nos leva a frustações, cansaço e doenças emocionais (digo isso por experiência).







Vamos à pergunta que não quer calar : você conhece os seus limites?


Seu mapa astrológico pode ajudar a ter clareza sobre isso, através dos posicionamentos de Saturno, lua e os respectivos aspectos que eles aplicam e/ou recebem.



Nosso lado criança mimada (lua distorcido) desconhece essa palavra. faz birra. esperneia. quer tudo do seu jeito, no seu tempo. Nosso lado adulto "foda" também acha que tudo tem que ser do seu jeito, afinal adulto tem controle, inclusive do que sente (Saturno distorcido). Logo, um dos desafios aqui é o equilíbrio: aprender a sentir, reconhecer esse sentir, proteger esse sentir: sem construir muros intransponíveis, construindo muros com portões para permitir outros acessarem.


Lidar com nosso lado feminino, tido por tantos séculos como o lado "frágil" do ser humano, marginalizado, menosprezado, desrespeitado, nos traz possibilidades incríveis nas relações. Inclusive, no entendimento de nossos limites, facilitando a identificação das nossas "fronteiras" emocionais, nossos traumas (que muitas vezes nos limitam, nos impedindo de certa forma de avançarmos emocionalmente). E aqui estou utilizando meu lado sensível, feminino, de um sol em câncer na casa 7 do mapa astrológico. Um sol voltado 100% para as relações.

Acredito que o caminho da auto-observação, em se tratando da astrologia, é extremamente esclarecedor. É a tradução literal dos acontecimentos espelhados (assim na terra como no céu). Assim sendo, ao observar os trânsitos e correlacioná-los ao cotidiano, a utilização da astrologia como ferramenta de apoio, direcionamento, clareza se torna simples e poderosa aliada. No que diz respeito ao tema limites, a casa astrológica onde Saturno está no mapa astrológico indica em qual área da vida sentimos de forma mais intensa a manifestação do mesmo. Ali podemos nos sentir mais limitados, restritos, com a sensação de "demora". Cabe a nós, conscientes disso, ressignificarmos as dificuldades, tendo em vista que crescer perpassa desafios. Saimos do colo materno (lua) para construirmos nosso futuro, um legado (Saturno).



À essa altura você pode estar se perguntando: como trabalhar meus limites em minhas relações?

Para mim, o que ajuda é refletir (entre outras coisas) sobre:

  • O que é OK e o que não é pra mim nas relações?

  • Para quem e para o que vou dizer não?

  • Estou conunicando com gentileza e clareza minhas necessidades e/ou pensamentos ou estou na defensiva, esperando que os outros "adivinhem" o que quero, preciso, penso?

Outro ponto a se considerar é: estabelecer limites faz parte do processo (contínuo) de amadurecimento, sendo um lugar de humildade, de comprometimento (saimos do lugar de criança para o lugar de adulta).








Com Saturno retrógrado temos a oportunidade de revisar nossos muros ( estão mais para muralhas ? cercas? ), os portões que neles estão instalados, de maneira a reformar aquilo que precisa de um update, trocar materiais obsoletos ou quem sabe refazer toda esta estrutura. Vai exigir de nós um preço: emocional, temporal, racional. Estaremos dispostos a pagar? Qual tipo de relações você quer viver? Lembremos que, como todo pai, Saturno exige com o objetivo de ver resultados. Pode parecer trabalhoso demais, dolorido demais, mas no futuro, todo filho que se empenha tem sua recompensa.


Vou ficando por aqui ! Um abraço e até o próximo texto!




Posts recentes

Ver tudo